(Em um lugar onde os pensamentos podem florecer)

sexta-feira, 1 de março de 2013

Desapego



A mensagem não veio
A ligação não tocou
O email não recebeu
E a sexta nem chegou

A semana inteira aguardei
Como uma desconsolada, ficou
As contas entreguei
E a minha ausência, foi o que restou

Adeus, amor.

17 comentários:

ᄊム尺goん disse...

Ando compreendendo melhor as pessoas que rejeitaram meu amor e minhas boas intenções, pois reconheço que é um direito de cada um, não poder ou não querer corresponder ao meu amor.

Um beijo

Evandro L. Mezadri disse...

Tragicamente belo, Hello! A foto foi a cereja do bolo!
Grande abraço e sucesso!

PauloSilva disse...

Profundamente doloroso. Mas o momento vai chegar depois de enfrentar-mos tudo o que temos pela frente.

Um beijo *

Fred Caju disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fred Caju disse...

Tem uma derrapagenzinha nele: Como uma desconsolada, ficou, a estrofe está na primeira pessoa mas aí não está. De toda forma, legalzinho.

Jéssica do Vale disse...

Quando há ausência
Ocupa o espaço.

Evanir disse...


Tenha Tempo para os seus sonhos, eles conduzem sua carruagem para as estrelas.
Tenha FÈ em DEUS!
Tenha um excelente Domingo
E não esqueça, SORRIA!!
O sei sorriso pode alegrar a vida dos que te cercam!!
É difícil compreender o rumo da vida em alguns momentos.
Mas de uma coisa não se pode esquecer:Nada é a toa.
Às vezes, o melhor parece ser o pior, e o certo aparenta ser errado,
mas tudo faz parte, tudo contribui ao crescimento e tem um porquê.
Viver vai muito além de explicações e
ultrapassa todo e qualquer entendimento.
Que Deus abençoe seu Domingo
paz e luz.
Beijos no coração e na Alma.
Evanir.

A vitória sobre o mundo é a nossa fé.
1 João 5, 4c

Tanara Adriano disse...

lindo lindo lindo!
Estive em Jaboatão dos Guararapes nas férias de carnaval! *__*

Janaina Cruz disse...

As vezes é preciso desapegar dos outros, para apegar-nos a nós mesmos, valorizando o amor próprio, foi dessa forma que encontrei um grande amor... rsrs

Beijos pra ti menininha!!!

Amanda Laryssa disse...

Praticar o desapego é sempre bom. As coisas que mais esperamos são as que mais demoram... sem expectativas, sem espera: tudo chega, tudo tem sua hora.

Notlim Santiago disse...

Ausência..lembrança..atmosferas..dolorosas...


apareça por la..
http://aspirantesapoetasurbanos.blogspot.com.br/

Anderson Lopes disse...

Essa espera é que mata aos poucas
Essa espera é que vira poesia...

Aurora disse...

Doloroso e lindo. Mas que desapego não é assim?! Amei o poema!
Beijos, Aurora.

Respondendo tardiamente o seu comentário no meu blog: Adoro a Fresno também e também estou apaixonada pelo álbum Infinito. Até brinco que o Lucas é minha alma gêmea musical, rs. Todas as músicas dele me descrevem de alguma forma, especialmente "O resto é nada mais" e "Infinito", claro. Beijinhos.

#*Marly Bastos*# disse...

Faz parte do desapego: Ir sem deixar rastro. Como também faz parte do apego a espera pelo que não vem nunca.
bjkas doces!

Jhosy . disse...

Heloísa,
que adeus!
Acho que ao ouvi-lo, a pessoa vai querer reviver o passado para fazer diferente!

Lindo!

Um beijo,
Jhosy

http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/

Por que você faz poema? disse...

Da ausência,
cresce a poesia.

Vanessa Carvalho disse...

tu é de jaboatão? que bacana!
sou de recife também. e morei em jaboatão.


flores.