(Em um lugar onde os pensamentos podem florecer)

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Insônia

Foto: Lucas Rebouças

"Eu devia ter olhado para o outro lado, pra alguém que me olhasse, mas alguma coisa aconteceu e eu fiquei assim.
Lá em casa, minha mãe me olha e fica preocupada. Pensa em por que eu ando perdendo peso, pensa que eu posso estar usando drogas pesadas, sei lá o que mais ela pensa, só não pensa o óbvio. Que eu vi esta garota e, desde que isto aconteceu, só consigo pensar nela, olhar para ela e mais nada.
Acho que isso não é coisa pro nosso tempo, é coisa para aqueles poetas antigos, que ficavam sofrendo e pegavam tuberculose e morriam de amor. Hoje a gente sofre um pouco, entra no primeiro MacDonald’s e, já não sente nada. Só que eu não sou assim.
"

É. Realmente não sou assim.

Um comentário:

Lucas disse...

eu n morreria por amor de jeito nenhummmmmmmm hj em dia... aprendi a me amar =)